Publicado em 29-10-2012 às 22:37 | por Bruna Rasmussen

5 festivais para arremessar e brincar com a comida sem levar bronca da mãe

De torta na cara a catapulta de bolinhos: você nunca viu nada igual.

Arremessar tortas e sanduíches uns nos outros pode parecer coisa de filme da Sessão da Tarde, mas é bastante comum em alguns lugares do mundo. Conheça alguns festivais ao redor do mundo em que a guerra de comida é mais do que tradição.

1.   A batalha das laranjas – Ivrea, Itália

Batalha das laranjas em Ivrea

Fonte: Reprodução/Vincent Besanceney

Na cidade italiana de Ivrea, a população se veste como lordes e vassalos do século XII em uma gigantesca guerra de laranjas.

Embora tenha uma origem incerta, a cultura popular dá conta de que o festival foi criado para comemorar a queda de um tirano, que aterrorizava a população e obrigava as mulheres que se casavam a dormirem com ele. Na história, uma das recém-casadas decapitou-o com uma faca, tornando-se heroína do povo.

Todos os anos, em fevereiro, as pessoas se dividem em dois times: um representando o povo e o outro, a família do tirano. Até o século XIX, a batalha era representada com feijão. Porém, desde então, é feita com laranjas, que colorem as principais ruas da cidade.

2.   Torta na cara! – Coxheath, Inglaterra

Torta na cara!

Fonte: Reprodução/Just4 Studio

Você se lembra da famosa “tooorta na cara!” dos programas de auditórios? Em Coxheath, na Inglaterra, há um campeonato especial para isso.

A brincadeira conta com até cinco pessoas e o objetivo é acertar as tortas em partes específicas do corpo. Uma torta na cara vale 6 pontos, mas se você tiver um estilo inovador e único para arremessá-la, pode ganhar mais 5 pontos extras.

Assim como na TV, essas tortas não são de verdade. A receita é composta de água e farinha, mas isso não impede o sucesso do festival, que reúne centenas de pessoas todos os anos.

3.   Caramelos e merengue – Vilanova, Espanha

La Merengada de Vilanova

Fonte: Reprodução/Spree95

Em Vilanova, na Espanha, a batalha é um pouco mais doce. Os populares vão às ruas arremessar merengue uns nos outros e curtir La Merengada, uma festa que as formigas devem adorar.

O evento surgiu há séculos, quando o governo proibiu a realização do carnava. Em resposta, a população jogou doces por toda a cidade. Desde então, a data é comemorada com um almoço, em que é servido peixe com pimenta vermelha e salada, e com a batalha de doce.

No sábado antes da festa, acontece a batalha dos caramelos, uma espécie de aquecimento para o grande evento. Como o próprio nome sugere, caramelos são jogados e crianças e adultos passam o dia caçando, arremessando e comendo doces.

4.   Bolinhos a distância – Manitou Springs, EUA

Mecanismos usados para arremessar os bolinhos

Fonte: Reprodução/Peter Diego

O bolinho que for arremessado mais longe, ganha! É assim que funciona em Manitou Springs, no Colorado (EUA), onde acontece o maior campeonato de arremesso de bolinhos do mundo.

Na grande festa, há diversas modalidades de arremesso: com catapulta, com estilingue, com uma espécie de canhão e bolinho ao alvo. Os atletas que preferirem confiar apenas em seus braços podem participar de duas categorias: os bolinhos de 1 kg ou 2 kg.

5.   Ketchup! – Buñol, Espanha

La Tomatina

Fonte: Reprodução/flydime

Em Buñol, na Espanha, acontece o que é, provavelmente, o festival de arremesso de comida mais famoso do mundo. Anualmente, participantes do mundo todo se reúnem para uma guerra de tomates monumental.

A fim de garantir a diversão e o bem estar de todos os guerreiros, o evento tem algumas regras:

Os tomates devem ser esmagados antes de serem arremessados; Apenas tomates podem ser jogados; Caminhões devem ter a passagem livre; É proibido rasgar a roupa de outros participantes; Assim que tocar o sinal do fim da festa, nenhum tomate deve ser arremessado.

No fim da festa, Buñol é um verdadeiro ketchup!

  • Fontes:


Tags: , , , , , ,






De volta ao topo ↑