Publicado em 12-02-2013 às 20:36 | por Bruna Rasmussen

Pastor chama mulher de “filha do diabo” e é obrigado a pagar indenização

Caso aconteceu no município de Palhoça, em Santa Catarina.

Justiça

Fonte: Reprodução/StockVault

A vizinha de um templo da Igreja Pentecostal conversava no portão de casa quando o pastor lhe chamou de “filha do diabo” e disse a ela que deveria se tratar com Deus.

A mulher não gostou do que ouviu e processou o pastor por danos morais. O Tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou que a Igreja deveria pagar a ela uma indenização de R$ 1,5 mil.

Segundo o pastor, que recorreu da decisão, a mulher costumava debochar os fiéis da Igreja e que ele estava agindo em legítima defesa. Para o desembargador Monteiro Rocha, relator da matéria, o caso foi classificado como ofensa discriminatória.

O caso aconteceu no municópio de Palhoça, em Santa Catarina, em 2012.

  • Fontes:


Tags: , , ,






De volta ao topo ↑