Publicado em 07-10-2012 às 16:30 | por Bruna Rasmussen

Grávida supostamente possuída por demônios é morta por familiares

Família que veio do Paquistão acreditou que mulher estivesse com demônios no corpo.

Naila Mumtaz

Fonte: Reprodução/West Midland Police

Naila Mumtaz, 21, uma paquistanesa grávida de seis meses, foi morta por seu marido e familiares – sogros e genro. Supostamente, a moça estaria possuída por demônios e acabou se estrangulando.

“Ela começou a pegar o próprio rosto e gritar de raiva. Ela tentou morder a mão de sua mãe. A família toda tentava acalmá-la. É como se ela não se lembrasse quem nós éramos. Ela se sufocava, colocando a mão na boca e tentava se estrangular”, declarou Mohammed Tauseef Mumtaz, o marido, durante o julgamento.

Para Wendy Bounds, promotora, o caso foi extremamente complexo por envolver crenças culturais, já que a todos os envolvidos eram de origem paquistanesa. Os acusados mantiveram a versão de Naila estar possuída e negaram terem cometido o crime.

O caso aconteceu em 2009 na Inglaterra, mas somente agora foi julgado. Mohammed Tauseef Mumtaz, Zia Ul-Haq, Hammad Hassan e Salma Aslam vão cumprir pena na prisão por homicídio.

  • Fontes:


Tags: , ,






De volta ao topo ↑