Publicado em 03-08-2012 às 18:43 | por Bruna Rasmussen

O gás hélio está entrando em extinção e a culpa é dos balões

Utilizado para pesquisas científicas e na medicina, esse gás está ficando raro na Terra.

Fonte: Reprodução/stock.xchng

O gás hélio, usado nos balões de festa e para deixar a sua voz fininha, está entrando em extinção. E isso não significa apenas o fim dos balões flutuantes, mas atrasos em pesquisas científicas e problemas no uso de equipamentos de saúde, como máquinas de ressonância magnética.

O alerta veio do pesquisador inglês Oleg Kirichek, que recentemente teve que cancelar uma complexa pesquisa sobre a estrutura da matéria devido à escassez deste gás. Usado na ciência para resfriar átomos a até -270 oC de forma a minimizar suas vibrações e facilitar o estudo dos átomos, o gás hélio é um dos elementos mais abundantes do universo, porém, na Terra, a história é diferente.

“Nós colocamos isso [gás hélio] em balões de festa e os deixamos voar pela atmosfera ou o usamos para deixar a voz fina. Isso é muito, muito estúpido. Isso me deixa irritado”, disse Kirichek.

  • Fontes:


Tags: , , ,






De volta ao topo ↑