Publicado em 01-10-2012 às 21:52 | por Bruna Rasmussen

A ciência prova: se o Batman voasse, ele morreria

Bruce Wayne não aguentaria o impacto da queda.

Batman morreria se voasse de verdade

Fonte: Reprodução/Warner Brothers

Quatro estudantes de física da University of Leicester desafiaram o Cavaleiro das Trevas e provaram: se o Batman voasse, ele provavelmente morreria na queda.

Segundo David Marshall, Tom Hands, Ian Griffiths e Gareth Douglas, a capa usada nos filmes de Christopher Nolan mostra-se rígida quando há uma corrente de ar passando por ela. Até aí, tudo bem. Um mecanismo assim realmente permitiria planar entre um prédio e outro. O problema, contudo, está na aterrisagem.

De acordo com a pesquisa, o Batman chegaria ao solo com uma velocidade mortal e dificilmente sobreviveria.

A física das trevas

Os garotos chegaram à conclusão de que a capa de Bruce Wayne tem cerca de 4,7 metros de comprimento – a metade do que tem uma asa-delta. Se ele saltasse de um prédio de 150 metros de altura, conseguiria planar por, mais ou menos, 350 metros.

Com isso, o impacto da aterrissagem seria o equivalente a um atropelamento a 80 km/h.

Na opinião do estudante David Marshall, “se o Batman quisesse sobreviver ao voo, ele definitivamente precisaria de uma capa maior. Ou, se ele preferisse manter seu estilo, deveria optar por um sistema de propulsão ativa, como um jato”.

  • Fontes:


Tags: , ,






De volta ao topo ↑