Publicado em 16-11-2012 às 10:24 | por Bruna Rasmussen

Tailandês injeta azeite de oliva para aumentar o pênis e acaba tendo que amputá-lo

Cinco anos depois, corte na genitália inflamou o membro e médicos descobriram câncer.

Tailandês injeta azeite de oliva no pênis

Fonte: Reprodução/PhotoXpress

Há cinco anos, um tailandês de 50 anos recorreu a uma clínica clandestina para aumentar seu pênis. O método? Injetar azeite de oliva. Até então nada havia dado errado e ele estava aproveitando bem seu novo membro avantajado. No entanto, há seis meses ele acabou sofrendo um corte na genitália – não nos pergunte como! – e a história terminou com a amputação do pênis.

Com vergonha de procurar um médico e de tratar o corte, o tailandês acabou deixando quieto, mas o membro infeccionou e ficou, segundo o médico que o atendeu, do tamanho de um coco. Mal sabia o homem que a desgraça estava apenas começando. Ao examinar o pênis, os médicos encontraram um câncer já em estado avançado e precisaram amputar a genitália. Hoje, o homem urina através do ânus e a doença já se espalhou para os testículos e abdômen.

Azeite de oliva dá câncer?

Para o pessoal do Barstool Sports, toda a tragédia nada tem a ver com azeite de oliva, por mais bizarro que possa ter sido o procedimento. Afinal, se ele passou 4 anos e meio tranquilo, fazendo bom proveito da ferramenta, por que só agora, depois de ter se cortado, tudo isso iria dar errado?

Bom, eles têm um argumento quase válido, mas, cá entre nós, quem iria injetar azeite em seu próprio pênis?

  • Fontes:


Tags: , , ,






De volta ao topo ↑