Publicado em 08-12-2012 às 14:37 | por Bruna Rasmussen

Como seria o mundo se não houvesse mais Lua?

A Terra sem seu satélite natural poderia sofrer mudanças caóticas. Será que a humanidade iria sobreviver?

Terra e Lua

Fonte: Reprodução/NASA

E se, de repente, a Lua sumisse? O satélite natural da Terra não é responsável apenas por iluminar noites românticas ou atiçar lobisomens, mas por colocar o planeta, literalmente, nos eixos. Sem a Lua, a Terra não seria mais a mesma. Saiba o porquê.

A primeira coisa a ser afetada pela não-existência da Terra seriam as marés. Sem a influência da gravidade da Lua, as marés seriam muito menores, ficando apenas por conta do Sol. Isso afetaria bastante a vida de animais marinhos, que têm suas vidas praticamente sincronizadas com as marés.

Os próprios animais terrestres sofreriam com a escuridão total, já que a luz emitida pela Lua influencia em seu comportamento – começando pela visão!

Dias mais curtos, estações inexistentes

A gravidade da Lua auxilia na estabilização da rotação da Terra, ajudando a manter o planeta no eixo certo. É graças a isso que temos estações do ano que, de certa forma, permitem-nos passar por mudanças de temperatura amenas.

Sem a Lua, seríamos como Marte, em que temperaturas extremamente altas passaram a ser extremamente baixas muito rapidamente devido à variação de seu eixo, influenciado pela gravidade dos demais planetas.

Dias mais curtos

Fonte: Reprodução/PlanetsForKids

Ainda sobre a rotação, a velocidade com que a Terra gira diminuiria devido à diminuição das marés. Assim, o nosso dia de 24 horas passaria a ter 6, talvez 8 horas no máximo.

Por fim, a cereja desse bolo chamado caos viria na forma de asteroides. Acredita-se que a força magnética do nosso satélite natural seja fundamental para evitar que certos corpos, como asteroides, choquem-se com a Terra. Sem a Lua, portanto, impactos perigosos seriam mais frequentes.

Será que a humanidade aguentaria?

Mesmo assim, será que nós iríamos sobreviver?

Para Kaare Aksnes, professor do Instittute of Theoretical Astrophysics, da University of Oslo, na Noruega, “A Terra ainda seria habitável, mesmo considerando as mudanças em seu eixo. Podemos compará-la a um pião, já que a força de sua rotação o torna relativamente estável. Então, apesar de perder a estabilidade provida pela Lua, demoraria muito tempo até que mudanças realmente grandes acontecessem em seu eixo. A expectativa de vida da humanidade frente a algo assim [o desaparecimento da Lua] poderia ser de alguns milhares de anos. As mudanças seriam tão lentas que nós teríamos tempo para nos adaptarmos.”

  • Fontes:


Tags: , , , ,






De volta ao topo ↑