Publicado em 03-01-2013 às 22:17 | por Bruna Rasmussen

“Está fazendo frio, né?” A resposta pode depender da sua preferência política

Estudo sugere que a percepção da temperatura pode estar atrelada a ideologia.

Termômetro

Fonte: Reprodução/MorgueFiles

Antes de entender como a percepção de temperatura pode estar conectada às visões políticas de uma pessoa, é preciso conhecer um pouco do cenário onde o estudo foi feito: os Estados Unidos. Na terra do Tio Sam, a aceitação das alterações climáticas do planeta estão intimamente atreladas à preferência política de cada cidadão. Isto é, 77% dos democratas acreditam no aquecimento global, enquanto que apenas 43% dos republicanos compartilham da ideia.

Agora, uma nova pesquisa, realizada com 8 mil voluntários, mostrou que a ideologia de uma pessoa pode afetar na sua percepção da temperatura dentro de um determinado período de tempo. Os pesquisadores perguntaram como as temperaturas se alteraram nos últimos anos e compararam essas informações às temperaturas de cada região, registradas nos últimos anos.

Ai que calor!

Tempos de seca e enchentes foram percebidos corretamente pela grande maioria dos voluntários. Porém, quando o assunto era a temperatura em si, as respostas nada batiam com os dados armazenados. Isso levou os pesquisadores a encararem a situação a partir de outra perspectiva.

Pessoas individualistas, que não se importam muito com o clima e com a preservação ambiental, afirmaram que as temperaturas não sofreram muitas mudanças através dos anos. No entanto, os igualitários, pessoas voltadas para a comunidade, acreditam que as temperaturas estão aumentando.

Os pesquisadores chegaram à conclusão de que a aceitação do aquecimento global (consequentemente, da temperatura) se transformou em parte da identidade cultural das pessoas e, portanto, a realidade pode ser distorcida a fim de manter essa identidade.

  •  Fontes:


Tags: , , ,






De volta ao topo ↑