Publicado em 05-08-2012 às 21:52 | por Bruna Rasmussen

Privada inteligente permite transformar “número 2” em gás de fogão [vídeo]

Desenvolvido por cientistas de Cingapura, vaso sanitário reduz o consumo de água em até 90%.


O que fazer com o lixo é um dos grandes problemas que a humanidade enfrenta hoje. Não é só de latinhas vazias e papéis que falamos, mas também dos dejetos orgânicos. Para tentar resolver parte da situação, cientistas da Nanyang Technological University (NTU) desenvolveram um vaso sanitário inteligente, que consome menos água para a descarga e transforma o seu “número 1” e o seu “número 2” em energia limpa e em fertilizante.

Chamada de No-Mix Vacuum Toilet, a privada possui um sistema a vácuo semelhante ao utilizado em aviões para dar descarga aos dejetos. Assim, utiliza-se apenas 0,2 litro de água para mandar as “necessidades” embora – os vasos comuns gastam de 4 a 6 litros de água por descarga.

Nada se cria, nada se perde…

Utilizando duas câmaras, o vaso sanitário da NTU consegue separar os desejos líquidos e sólidos. Assim, os líquidos poderiam ser enviados diretamente para um centro de tratamento em que elementos presentes na urina, como o nitrogênio e o potássio, pudessem ser transformados em fertilizantes.

Privada tem duas câmaras de separação. Fonte: Reprodução/NTU

Os resíduos sólidos, por sua vez, poderiam ser enviados para uma câmara biorreatora capaz de coletar todo o gás metano produzido pelas fezes. Esse gás seria transformado em energia e empregado até mesmo para substituir o gás natural, utilizado hoje para alimentar fogões, fornos e caldeiras.

Os vasos sanitários No-Mix Vacuum Toilet serão testados nos banheiros da universidade e, se tudo correr bem, poderão ser comercializados dentro de dois ou três anos.

  • Fontes:


Tags: , ,






De volta ao topo ↑